Páginas

domingo, 24 de abril de 2011

Iran Malfitano de sunga

Fazendo a Clarice: O que fazer com meu amigo?


Olá, sou um adolescente do RS. Sou gay, mas não assumido, acontece que há algum tempo comecei a gostar de um garoto da minha idade. Nós estudamos juntos por uns 3 anos e há 2 anos eu mudei de escola, mas continuamos nos vendo e saindo junto com nossos amigos. Eu comecei a suspeitar que ele pode ser gay, já há algum tempo, por algumas atitudes dele, mas acho que pode ser tudo da minha cabeça por gostar dele. Ele não fica com muitas meninas, mas ele já ficou com algumas. Eu nunca fiquei com ninguém, menino ou menina. Adoro conversar como ele sair e tudo mais, realmente gosto muito dele e há alguns meses penso em dizer para ele que eu sou gay, mas tenho medo da reação dele e de como ele me trataria, tenho medo de estragar a amizade e também que se espalhe que eu sou gay, moro numa cidade pequena, uns 35.000 habitantes, quase não há gays aqui e a sociedade é meio 'conservadora', se ele ficasse comigo não teria problema de assumir e tal, com ele, porém acho difícil que ele fique comigo. É muito ruim fingir algo que você não é, mas acho que ainda não estou pronto para encarar os preconceitos e tal... Para piorar a situação, uma prima dele, muito bonita por sinal, começou a ficar com ele no carnaval e ficam até hoje, ela não mora aqui e quando ela vem eles ficam, só que ela está muito apaixonada por ele. Ele, não diz abertamente se gosta dela ou não, acho que ele gosta mas não queria gostar por serem primos e por isso não fala que gosta, ou pode ser que não gosta e não quer falar porque ela tá muito apaixonada... Ela é uma pessoa legal eles combinam e realmente não quero que eles se separem SE quiserem ficar juntos. Parece bobo falar mas realmente quero a felicidade dele, mesmo que não seja comigo, mas queria também ter a oportunidade de saber se ele gosta ou não de mim, sem acabar com a amizade.
E aí Clarice? Falo pra ele ou não que sou gay? Corro ou não o risco de acabar com a amizade?
Eu sei que ficou meio grande mas precisava expor a situação inteira :P
Depois que decidir o que fazer, com a ajuda de vocês, escrevo de volta o que aconteceu.
Obrigado.



Caro leitor


Também já passei por isso e ainda passo, mas agora em um grau bem menor!

Tenho um amigo também que é praticamente minha alma gêmea e ele também tem uma namorada....

Uma das armadilhas da vida gay é a carência! Ficamos bastante carente por causa de todo o conjunto da obra que temos que viver nessa sociedade. E assim qualquer sinal de afeto demonstrado por outra pessoa, podemos pensar que é um sinal de algo maior.
E foi assim também que fui desencanando do meu amigo, pensei na alternativa dele ser como é por ter sido criado mais pela mãe ou ser a natureza dele, não significando especificamente que ele é gay ou bi.

Não aconselho você se assumir para ele, acho que assumir a sexualidade para outra pessoa só se for para transar com ela. Afinal, o que interessa para outra pessoa a sua sexualidade se você não vai fazer sexo com ela?

E se ele for muito macho ou enrustido ele pode ficar com medo de ficar ao seu lado, pois vai ter medo de ser confundido com gay.

Faça uma reflexão sobre tudo! O que compensa? Fantasia? Real? Iria acontecer algo?


Mande textos e perguntas para bananasbusiness@hotmail.com

Fábio Cannavaro de cueca