Páginas

terça-feira, 14 de junho de 2011

Rafael Almeida mostra o físico em ensaio sensual

Dizem por aí...Tem Lobisomem e Homem atacando Atores na Globo


Aquele novelista que convida jovens atores para jantar e depois os leva para sua residência no Leblon, está dando bandeira demais. Já caiu na boca até dos outros novelistas da emissora onde ele trabalha. Virou gozação.



E pior que um galã jovem, que está numa outra novela e, pensando no seu futuro, acabou caindo no golpe deste novelista e cumpriu todo esse ritual em que passam os iniciantes, e também estána boca do povo da emissora e fora dela.

Fonte: Leão Lobo

Gente,contando ninguém acredita. Mas tem um lobisomem vagando pelos corredores de uma emissora de televisão! Ele ataca, em geral, atores do elenco de apoio ou figurantes… E primeiro – eu disse primeiro – os convida pra jantar. Já tem gente da alta cúpula providenciando a bala de prata que atingirá o coração da fera e assim resolverá de uma vez por todas o problema. Eu hem!

Fonte: Aguinaldo Silva

Insensato Coração: Eduardo se declara para Hugo e os dois vão para o motel, mas...

Eduardo (Rodrigo Andrade) finalmente vai tomar coragem e dizer a Hugo (Marcos Damigo) que fica mexido com a presença do professor em "Insensato Coração". Depois, eles vão parar em um motel, mas Eduardo não se sente à vontade para ter sua primeira relação sexual homossexual. As cenas, que estão escritas no capítulo 144, têm previsão de ir ao ar no dia 2 de julho. Hugo está saindo da faculdade e encontra com Eduardo. Os dois vão para o estacionamento e começam a conversar. Veja, abaixo, o diálogo da sequência:

Eduardo - Legal a faculdade, né?

Hugo - Eu gosto muito. É, de longe, o lugar onde eu mais gostei de trabalhar.

Hugo abre o carro. Eles entram. Os dois ficam alguns minutos em silêncio.

Hugo - Edu... Eu estou muito feliz de você ter vindo aqui. Surpreso e feliz. Depois daquele dia lá na sua casa, achei que não ia te ver mais.

Eduardo - Eu até tentei não te procurar, mas não parava de pensar em você.

Hugo - Você quer dizer que...

Eduardo - Só a sua amizade não me basta. Eu quero você, Hugo, quero ser seu amigo também, claro, mas não é só isso. Eu quero mais.

Hugo - Eu também quero mais, muito mais...

O carro se afasta e os dois vão para um motel. Hugo entra primeiro no quarto, seguido por Eduardo. Eduardo se sente desconfortável, sem saber como agir. Ele tenta se explicar.

Eduardo - Não sei o que me deu, eu estou cheio de coisa pra fazer, claro que eu avisei que ia me atrasar, mas...

Hugo vai abraçar Eduardo, que se desvencilha.

Eduardo - Foi mal, Hugo. Acho que eu preciso de mais um tempo... Será que dá pra gente ir bem devagar?

Hugo - Quem está com pressa?... Eu te entendo, Já estive nesta situação.

Eduardo - Indeciso?

Hugo - Você não tá indeciso, Edu. Não tem nada a ver com tomar uma decisão, mas com aceitar o que é natural pra você.

Eduardo - Foi complicado pra você... da primeira vez?

Hugo - Eu não era tão encanado quanto você. Mas você vai ver que logo você vai relaxar. Você confia em mim?

Eduardo - Confio.

Hugo faz um leve carinho no cabelo de Eduardo, que sorri.

Fonte: Uol