Páginas

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Rafinha Bastos de roupão, fazendo massagem e tomando banho

O volume bem delineado do nadador Michael Phelps


Nem precisa de olhar de Thundera para ver o pau do nadador Michael Phelps

A Barriga do Oscar Filho e o Jogador que é namorado do Homem Picanha



Gay falando que namora "jogador de futebol", é tão antigo quanto dizer que estava uma "temporada na Europa"!

Mais um suposto garoto de programa procura namorada na Eliana e público reclama por se sentir enganado

O clima anda tenso nos bastidores do programa de Eliana, no SBT.

As críticas no mural da atração no site da emissora são cada vez maiores. Algumas estão até sendo apagadas...

Mais um garoto de programa foi colocado no palco para ser escolhido entre candidatas para ser namorado de uma delas no quadro Segredos Revelados.

Depois de Marcello Cabrall, garoto de programa e ator pornô ter aparecido por lá fingindo estar atrás de namorada, agora foi a vez de Luiz Fernando, que se apresentou como coreógrafo e personal trainer.

Mas, como Marcello Cabrall, ele também tem suas fotos em um site de acompanhantes (no qual onde se identifica como Solariano) e diz que atende homens, mulheres, casais etc.

Há também fotos dele em um site gay.

O público vem reclamando, pois está se sentindo enganado.

Fonte: Fabiola Reipert

Jared Leto na Paris Fashion Week! Fazível ainda?

Menino inicia tratamento de mudança de sexo aos 8 anos

Com direito a tratamento à base de hormônios, o menino Thomas Lobel, da Califórnia, está mudando de sexo e vem causando polêmica. Ele, que tem 11 anos e é filho de um casal de lésbicas, iniciou o processo aos 8 anos de idade.

As mães do menino, que agora se chama Tammy, defendem a decisão do garoto, alegando que era melhor iniciar o processo de mudança de sexo já na infância, pois na puberdade tudo seria mais complicado e, nesse período, o número de suicidas com transtorno de identidade é muito maior.

Segundo Pauline Moreno e Debra Lobel, uma das primeiras coisas que Tammy aprendeu a falar foi “Sou uma menina”. Outro fator decisivo para o incentivo das mães foi o fato de aos 7 anos ele ameaçou mutilar o próprio órgão sexual. Foi aí que o transtorno de gêneros foi diagnosticado e no ano seguinte iniciaram a medicação - implantada em seu braço esquerdo e que impedirá o desenvolvimento de ombros largos, voz grave e pelos faciais no menino.

Segundo informações do 'Daily Mail', o tratamento hormonal permitirá à Tammy ter tempo de decidir se é isso mesmo o que quer. Caso decida parar de tomar a medicação, será possível passar pela puberdade como um garoto normalmente, sem, inclusive, afetar a sua fertilidade. Mas ao resolver se tornar uma mulher definitivamente, os remédios ajudarão no desenvolvimento de características físicas femininas, como o crescimento de seios.

A cidade de Berkeley, onde Tammy vive, é uma das quatro nos Estados Unidos (Boston, Seatle e Los Angeles são as outras) onde há um hospital com programas para crianças transexuais. Lá elas são assistidas por profissionais de saúde mental, endocrinologistas e pediatras especializados.

Fonte: Bol


Acho muito cedo para começar a injetar hormônios em uma criança, deveria esperar pelo menos a puberdade para ele ter uma noção sobre a situação. E o fato de ser adotado por lésbica, certamente vai ter aquela conversinha que estamos cansados de ouvir...

Vamos proteger os nossos golfinhos infláveis !

Polícia de SP vai analisar imagens de agressores de casal homessexual



Câmeras de posto de gasolina registraram os momentos antes do ataque. Uma das vítima prestou depoimento. Policiais da delegacia especializada em crimes raciais e de intolerância estão assistindo às imagens pra tentar identificar os agressores.