Páginas

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Jon Bon Jovi sem camisa exibindo o corpo pela praia

Jon Bon Jovi continua Bom ?


Mashup com o Melhor do Pop em 2011

DJ Earworm Mashup - United State of Pop 2011 (World Go Boom)


Songs included:

Adele - Rolling In The Deep
Adele - Someone Like You
Black Eyed Peas - Just Can't Get Enough
Bruno Mars - Grenade
Bruno Mars - The Lazy Song
Britney Spears - Till The World Ends
Cee Lo Green - F* You
Enrique Iglesias - Tonight (I'm Lovin' You)
Foster the People - Pumped Up Kicks
Jennifer Lopez - On The Floor
Jeremih feat. 50 cent - Down On Me
Katy Perry - Firework
Katy Perry - E.T.
Katy Perry - Last Friday Night (T.G.I.F.)
Lady Gaga - Born This Way
LMFAO - Party Rock Anthem
LMFAO - Sexy and I Know It
Lupe Fiasco - The Show Goes On
Maroon 5 - Moves Like Jagger
Nicki Minaj - Super Bass
OneRepublic - Good Life
Pink - Raise Your Glass
Pitbull - Give Me Everything
Rihanna - S&M
Rihanna - We Found Love

Salva-vidas de Fina Estampa leva cantadas de mulheres e homens

Junto com Carlos Machado e Julio Rocha, Fábio Keldani faz parte do grupo de fortões que frequenta a praia da Barra da Tijuca na novela “Fina Estampa”. O salva-vidas Victor, que está ganhando espaço na trama graças ao triângulo amoroso com Nanda (Luma Costa) e Leandro (Rodrigo Simas), já está virando personagem-fetiche, com direito a cantadas das mulheres (e até dos homens) na rua.
“Já ouvi coisas como ‘Estou me afogando!’, ‘Vem me salvar!’, ‘Que salva-vidas é esse, hein!’ (risos). Gosto, mas fico sem graça, sou tímido”, conta Fábio ao EGO. Segundo ele, os gays não são tão atirados pessoalmente, preferem abordá-lo pela internet. “Sempre trato bem, não tenho preconceito. Mas às vezes tem um pessoal que confunde. É complicado...”.
Com todo esse assédio, Fábio não quis dizer se está ou não comprometido no momento. Mas se fosse um salva-vidas na vida real e pudesse resgatar uma mulher bonita, já teria uma eleita: a cantora Paula Fernandes. "Também salvaria a Paola Oliveira, a Isis Valverde, a Jennifer Aniston... mas elas são comprometidas, né?” (risos).

O ator já participou de novelas como “Eterna Magia” e “Malhação” e agora comemora seu primeiro papel no horário das oito. O “conto de fadas” começou quando encontrou o autor Aguinaldo Silva em um restaurante do Rio.
“Ele disse que tinha visto meu videobook (espécie de currículo de um ator em imagens) e me perguntou se eu sabia nadar. Fiquei empolgadíssimo achando que ganharia um papel de nadador e voltei para a natação. Acabou que o papel foi de salva-vidas, e a natação também serviu muito bem”.

Video: Veja aqui Casal fazendo sexo na piscina

Sem se importar com a presença de outras pessoas, um casal foi flagrado fazendo sexo em uma piscina pública na Colômbia. A dupla chegou a mudar de posição durante o ato sexual. A cena ganhou destaque na internet e foi publicada em diversos sites e blogs.



E houve boatos de que eu estava na pior, se isso é estar bem... porrãn....! auahua

Simon Cowell sem camisa na praia

Peludinho ele!

Faria o Bruno Gagliasso Loiro?

O ator pintou o cabelo de branco para interpretar um fotógrafo em curta-metragem

Lady Gaga - Stuck On Fuckin' You

Na noite do sábado (24), véspera de Natal, Gaga presenteou seus fãs com um novo single. “Stuck On F–kin’ You“ foi escrito por Gaga em Minnesota, logo após um show da turnê Monster Ball.

Channing Tatum and Alex Pettyfer: 'Magic Mike' First Look!

Igreja que prega "cura de gays" na TV deve ser punida, diz Jean Wyllys

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), ganhador do Big Brother de 2005, afirmou em entrevista ao UOL e à Folha que padres e pastores devem ser sancionados por atacarem homossexuais em seus programas de TV e rádio e por promoverem programas de "recuperação" ou "cura" da homossexualidade. Segundo ele, a punição deve ser estabelecida em lei.

"A afirmação de que homossexualidade é uma doença gera sofrimento psíquico para a pessoa homossexual e para a família dessa pessoa", disse.

"Eu acho que tem que haver uma sanção. Eu quero que a gente compare, simplesmente, com outros grupos vulneráveis para saber se é bacana. Alguém que chegue e incite violência contra mulheres e contra negros, ou contra crianças ne sse país... Vai ser bem aceito?".

Jean Wyllys falou sobre o assunto no programa "Poder e Política - Entrevista", conduzido pelo jornalista Fernando Rodrigues no estúdio do Grupo Folha em Brasília. O projeto é uma parceria do UOL e da Folha.

O deputado afirmou que os religiosos "são livres para dizerem no púlpito de suas igrejas que a homossexualidade é pecado". O problema seria o uso de concessões públicas para "demonizar e desumanizar uma comunidade inteira, como é a comunidade homossexual".

Wyllys também criticou mudanças feitas pela senadora Marta Suplicy (PT-SP) à ao Projeto de Lei 122 de 2006, que propõe tornar crime atitudes homofóbicas -como já ocorre com o racismo no Brasil. Segundo ele, o texto apresentado por Marta "foi redigido pelo senador Demóstenes Torres [DEM-GO], que não é homossexual e, muito pelo contrário, não tem muita simpatia pela comunidade homossexual".

Fonte: Folha



Ex-assistente acusa Lady Gaga por trabalho escravo

As polêmicas em torno de trabalho escravo não param. Depois da Zara e das irmãs Kardashian sofrerem acusações, agora o alvo é ninguém menos que Lady Gaga. Jennifer O'Neill, uma ex-assistente da cantora está processando-a por maus tratos.

Jennifer alega que Gaga a tratava como uma verdadeira escrava, sendo obrigada a entregar toalhas quando a cantora saía do banho e ser uma espécie de despertador para que a cantora a não perdesse os compromissos.

A moça pede na ação 380 mil dólares, referentes às 7.168 horas extras que cumpriu durante os 13 meses que trabalhou para a popstar. O processo, no entanto, não é no nome de Lady Gaga, mas sim da Mermaid Touring Company, empresa que produz seus shows.

Um representante da cantora declarou ao jornal “New York Post” que as acusações são “completamente falsas”.

As informações são do TMZ.