Páginas

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Mais do ensaio de Johnny Massaro

Razão para autorizar o Casamento Gay

Gays vão casar com as Namoradas dos Heteros!


Andrew Garfield exibindo a barriga no Ellen

Little Monster que usou saltão foi expulso da Fila por outros Little Monsters






E agora entendi que o seu look era apenas uma homenagem para a Little Mother Monster!

Madonna fazendo a Chita do Tarzan

Jogadores do Fluminense sem camisa dentro do Avião

Fãs Brasileiros de Lady Gaga queimando Camiseta da Madonna ganha repercussão Internacional





 Brazilian Little Monsters Burn Madonna T-Shirt :

  Aqui, aqui, aqui e aqui!





.

Caro Deputado @AlessandroMolon, eu quero minha internet livre! #MarcoCivil

Se tudo der certo, o Marco Civil da Internet, projeto de lei que vai definir os direitos dos internautas brasileiros (ou seja: VOCÊ!), vai ser votado pela Câmara dos Deputados amanhã.

A votação do Marco Civil já foi adiada uma porção de vezes, inclusive na semana passada, por conta da falta de consenso em relação a dois pontos essenciais do projeto: a neutralidade da rede e os direitos autorais.

 A nova versão do Marco Civil, cujos termos e ideias foi tão livremente discutido publica e colaborativamente durante meses, representa uma ameaça séria à sua liberdade de expressão.


 A NEUTRALIDADE DA REDE 


O maior entrave para a aprovação do Marco Civil da internet é a questão da neutralidade da rede, como disse o próprio Deputado Federal Alessandro Molon, relator do projeto na Câmara: “dela depende o futuro da internet no Brasil (…) e se nós vamos continuar tendo liberdade de escolha ou se são os nossos provedores de conexão que vão escolher por nós”.

Sabe quando você vai baixar alguma coisa e sua conexão, de repente, fica mega lenta? Então, a neutralidade da rede garante que isso não ocorra. A velocidade que você contratou tem que ser a mesma pra qualquer tipo de atividade que você queira fazer na internet, sem mais cobrança por isso.

 Pra entender mais profundamente a questão, leia esse texto.
 

A QUESTÃO DOS DIREITOS AUTORAIS


 Esse aqui talvez seja o ponto mais importante pro usuário comum: o uso de material com direito autoral. O artigo 15 do Marco Civil dizia “os provedores não podem ser responsabilizados pelo conteúdo postado pelos usuários, a não ser que descumpram um pedido judicial de remoção”.

Dessa forma, por exemplo, o Youtube não precisa tirar do ar um vídeo considerado infrator (por ofensas ou “pirataria”), a não ser que por decisão judicial e depois de todas as possibilidades de defesa esgotadas. Assim, a tendência é que os conteúdos sejam mantidos, respeitando a liberdade de quem postou.

Porém, à pedido da Ministra da Cultura Marta Suplicy, foi incluída uma exceção para materiais protegidos por direitos autorais, alegando que essa questão será tratada no seu ministério. Ou seja, simplificando, se alguém achar que você está usando material “pirata”, pode tirar seu conteúdo do ar sem áviso prévio ou processo que o valha.

 Clique aqui pra ler a última versão do Marco Civil.
 

QUER MANTER A SUA INTERNET LIVRE? 


A nova votação do Marco Civil está marcada pra acontecer amanhã a tarde (dia 13 de novembro) e ainda dá tempo de alterar o texto que vai pra Câmara. A única pessoa que tem o poder de fazer isso nesse momento é o Deputado Alessandro Molon.

Se você quer continuar tento um ambiente livre pra falar o que quiser, postar, baixar, remixar, se expressar, trocar e navegar na internet sem qualquer tipo de censura, é só apertar o botão de “Tweet” ali no topo do post. O título desse post vai ser tuitado mencionando automaticamente a arroba do Deputado Alessandro Molon.

Quer garantir sua internet livre? Ajude apertando o botão “tweet” lá em cima! Toda forma de pressão é importante e você tem a chance de tentar mudar o projeto que vai decidir seu futuro aqui na interwebz.

O IDEC está com uma campanha pra que você envie automaticamente um email para os Deputados que estão na comissão do Marco Civil, clique aqui e expresse seu apoio.

 PS – Se quiser, copie e cole esse post no seu blog, o importante é espalhar a mensagem. o/

PS 2 – Se quiser se aprofundar no assunto, abaixo estão alguns textos e matérias bacanas:

 Demi Getschko, considerado o pai da internet, comenta o Marco Civil http://pt.wikipedia.org/wiki/Marco_Civil_da_Internet

Marco Civil no Twitter: https://twitter.com/search?q=marco+civil&src=typd http://blogs.estadao.com.br/link/em-busca-do-consenso/
 http://ultimainstancia.uol.com.br/conteudo/colunas/58690/marco+civil+da+internet+entre+o+lobby+e+a+liberdade.shtml
http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=32349&sid=4 http://idgnow.uol.com.br/blog/circuito/2012/11/08/sem-o-marco-civil-a-internet-e-vuneravel/ http://www2.camara.leg.br/radio/materias/ULTIMAS-NOTICIAS/429630-POLEMICA http://cirojorge.com.br/2012/11/sobre-o-marco-civil-da-internet/


Acho super válido essa campanha contra o Marco Civil! Pois sem essa lei ainda... vocês não sabem o que é os bastidores do Bananas is My Business.... 

Quantas ameças de processos recebemos de advogados, isso pq postamos apenas a notícia como tá escrita nos maiores sites do Brasil, sem postar a imagem ou video que na maioria das vezes vocês querem ver tanto. 

Famosos com seus advogados pedindo para retirar conteúdo já perdemos a conta, isso pq estamos postando somente a notícia! 

Agora a outra novidade são os Whos e seus advogados com a mesma atitude também, isso pq teve um que estava em local público... então imagina o nível que estamos de censura, liberdade de expressão e o falso puritanismo e moralismo brasileiro... 

A verdade é que hoje temos uma maior censura do que os nossos pais tiveram, uma censura velada! 

Só tenho uma coisa a dizer...

 

James Franco curte noite paulistana em boate gay


Em passagem por São Paulo para marcar presença na inauguração de uma loja em um shopping da capital, o ator norte-americano James Franco curtiu a noite paulistana neste domingo (11). Depois de jantar no restaurante Figueira Rubaiyat, nos Jardins, o local escolhido para a badalação foi o clube A Lôca, famoso ponto de encontro da turma LGBT e de moderninhos da cidade.

Segundo informações do site “Glamurama”, o ator, que quase passou despercebido, estava muito à vontade e se divertiu na pista da boate em companhia de alguns jovens rapazes. James Franco ficou famoso no cinema por atuar em filmes como “Nunca fui beijada”, “Homem Aranha”, “Uivo” e “127 Horas”.

Fonte: Bol

David Beckham exibindo a Coxa

Ricky Martin posa para a campanha NOH8 !

NOH8 é em prol dos direitos dos homossexuais.

Chegada triunfante ao show da Lady Gaga

Caio Castro or James Franco

Soldados tiram a roupa para mostrar que não há diferença entre Gay e Hetero

Fazenda Verão - Rodrigo Carril diz ser Gay e ter Namorado

Na noite deste domingo (11), os confinados participaram de um divertido concurso de cantadas. Cada um escolheu outro participante para encenar uma cantada e mostrar todo seu talento na hora da paquera.

 A brincadeira começou com Sacramento, que escolheu Gabriela para ser alvo do seu xaveco. O modelo se atrapalhou um pouco e no final acabou chamando a moça apenas para tomar um sorvete. Nuelle foi a segunda a participar da brincadeira e mostrou que domina a arte da conquista.

A morena escolheu Rodrigo Carril e começou a interpretação perguntando o que o advogado estava fazendo.

Carril disse que não estava fazendo nada, então Nuelle foi direta e reta:
— Quem sabe do nada a gente não dá um beijo bem tudo? Carril não teve a mesma sorte quando foi escolhido por Bianca para ser seu parceiro na brincadeira.

Durante a encenação, o advogado se confundiu e respondeu de uma forma inesperada à uma pergunta da loira.

 — Eu tenho namorado e ninguém sabe! Eu sou gay! Todos caíram na gargalhada e não perdoaram o deslize de Carril. Bianca até perdeu o rumo e não conseguiu continuar com seu xaveco.

Robert Pattinson só continua com Crepúsculo se o Vampiro tiver um Romance Gay

Fica a dica Taylor Lautner!

'Prefiro Aviões do Forró', diz cambista sobre show de Lady Gaga em SP

"Está ruim demais, está ruim demais!" é só o que se ouve de cambistas nos arredores do estádio do Morumbi, horas antes do início do show da cantora Lady Gaga, que acontece neste domingo (11) em São Paulo.
Os ingressos, que começaram a ser vendidos a R$ 450 e nas últimas semanas foram oferecidos a R$ 175 em sites de compras coletivas, podem ser adquiridos por um preço médio de R$ 70. Nas bilheterias, ainda há entradas para todos os setores do estádio.

 "Nunca vi nenhum show tão ruim de venda. Prefiro os shows do Aviões do Forró", reclamou um dos poucos cambistas circulando entre as filas de entrada. Ele preferiu não se identificar.

 Até o início da noite, a pista ainda estava vazia, com o público concentrado entre a grade que separa a pista comum do setor VIP. As filas, por sua vez, praticamente inexistem. Horas antes do show, são poucos os pontos de aglomeração de fãs.

Fonte: Folha

Pastor que fazia ‘cura gay’ é preso por abuso sexual de dois homens

MINESSOTA, EUA — Um pastor de Minessota foi preso na última quinta-feira acusado de abusar sexualmente de dois homens durante sessões de “aconselhamento para se libertar de tendências homossexuais” em uma organização cristã anti-gay. De acordo com o jornal local “Kare 11”, o reverendo Ryan J. Muehlhauser - casado e pai de dois filhos - responde a oito acusações criminais por abuso sexual de rapazes que passavam pela “terapia” indicada pelo pastor. Ele pode pegar até dez anos de prisão por cada um dos crimes.

Os abusos teriam ocorrido em datas diferentes: de outubro de 2010 a outubro de 2012, e entre março e novembro deste ano. Uma das vítimas disse a polícia que continuou as sessões mesmo depois do abuso porque acreditava se tratar de um aconselhamento espiritual. Além de ser consultor na organização cristã anti-gay Outpost, Muehlhauser atuou como pastor na Igreja Cristã Lakeside, em Minnesota, por 22 anos.
 
Em seu site, a organização negou que o pastor fizesse parte da equipe de “cura”. Após o incidente, a Outpost passou a se definir como uma organização que “ajuda as pessoas feridas emocionalmente e sexualmente a encontrarem a cura e restauração por meio da relação com Jesus Cristo.”

 “A Outpost está profundamente triste com as alegações sobre Ryan Muehlhauser. Somos fundamentalmente contra o abuso sexual e existimos, em parte, para ministrar aos que sofreram essa violência. Ryan não é e nunca foi um membro de nossa equipe, e nem era um pastor que recomendávamos. Os dois jovens que sofreram esta atrocidade continuam conosco e queremos ajudá-los da maneira que formos capazes. Nossa tristeza e as nossas orações vão para todos os que foram sexualmente violados.”

Fonte: Globo