Páginas

domingo, 23 de dezembro de 2012

Neymar e seus amigos sem camisa depois da partida de futebol

Os Maias erraram o Fim do Mundo por pouco... Abriram o portal do inferno e não me avisaram nada...

Senhora dos Absurdos persegue Viadinho com aplicativo de celular !

Video - Reynaldo Gianecchini bate papo com Surfista e se refresca no mar

Video - Marc Jacobs and harry Louis in love at Beach

Video - Murilo Benício de sunga na praia

Video - Thiago Martins só de sunga branca

Grindr é a nova arma para Homofobicos Caçar Gays na Malásia


O governo da Malásia tem muito, mas muito tesão pelos gays. Na verdade, eles se preocupam tanto com as atividades “desenfreadas” da população homossexual, que mandaram 66 “rapazes afeminados” pra serem endireitados pelo passatempo mais macho conhecido pelo homem: o paintball. Melhor isso, suponho, do que as outras perspectivas dos homens gays num país em que a homossexualidade é considerada ilegal: cadeia ou a punição nem um pouco homoerótica de apanhar de vara de outro homem em público.

 Além do infalível esquema governamental de mandar um monte de adolescentes gays passarem mais tempo juntos pra evitar que eles se tornem gays, o ministro da educação acabou de publicar um guia prático de “como identificar um gay”. O guia aconselha a prestar atenção em coisas como “ter um corpo musculoso e uma inclinação em mostrá-lo”, “preferência por camisetas de gola V”, “tendência a carregar bolsas grandes” e (pasmem) “inclinação por se sentir atraído por homens” — assim o público da Malásia também pode se juntar a eles.

 Conversei com Jerome Kugan, do grupo pelos direitos GLBT Seksualiti Merdeka, pra descobrir quantos vigilantes homofóbicos estão seguindo o guia e acuando homens musculosos com camisetas de gola V.

VICE: Oi, Jerome. Então, alguém realmente leva esse guia a sério na Malásia?

Jerome Kugan: A discussão sobre sexualidade ainda é muito tabu na sociedade malaia, apesar de sempre termos tido nossa parcela de diversidade sexual. A maioria do povo malaio na verdade não quer lidar com a questão porque é algo muito pessoal, mas esse guia absurdo, quer seja levado a sério ou não, é parte de um movimento crescente dentro da direita conservadora que vê o público LGBT como pessoas privadas de valores morais e religiosos.

 Vocês estão preocupados com a possibilidade de a próxima geração malaia ser criada num ambiente homofóbico?

Sim, isso é definitivamente uma das maiores preocupações. No Seksualiti Merdeka sentimos que o governo está praticamente dando permissão pra que as pessoas cometam bullying contra os LGBTs malaios. E a maioria dos malaios é muçulmana, então os grupos religiosos locais influentes já encaram ser gay como um sintoma de degradação moral, como uma doença social que precisa de reabilitação. Muitos religiosos aqui compram essa ideia, mas enquanto houver vozes de resistência, acho que ainda haverá esperança.


 Há alguma razão em particular pra isso ter sido levantado novamente dessa maneira?

Alguns acham que o governo está alimentando os sentimentos anti-LGBT pra transformar isso num bode expiatório moral e político. Uma eleição geral está se aproximando, então eles estão tentando ligar essa questão a outros partidos, como um tipo de campanha de difamação.


 Que merda. E pra terminar, esclareça pra mim: Todo gay da Malásia usa camiseta gola V o tempo inteiro, né?

[Risos] Não, mas essas camisetas são bem populares nos enclaves urbanos chiques. Tenho algumas no meu armário, mas acho que depois desse guia oficial elas vão ficar ainda mais populares.
 _
 Depois de falar com o Jerome, decidi testar o guia usando o Grindr, o aplicativo de celular que mostra instantaneamente um monte de gays cheios de tesão na sua área. Claro, conduzi meu experimento altamente científico em Londres, não na Malásia, mas considerando o quanto esse guia é ridiculamente generalizado, imaginei que pudesse ser aplicado em qualquer lugar do mundo.

 Aliás, se você estiver se sentindo sozinho, entre no Grindr. É um lugar muito amigável.



VICE: Oi, Rick. Tudo bem?

Rick: Td bem. Vc é uma graça. a ou p?


 Ah, obrigado. Hum, não tenho certeza. Você tem um corpo musculoso?

Ohhh OK OK precisa ser td bem com vc antes da gente se encontrar.

 Quê? Isso é um sim? 

Ohhh desculpa li sua pergunta errado. Não sou musculoso. Sou magro. Vc parece também.


 Você curte camisetas de gola V?

Tantas perguntas. Não muito, pq?


 Só estou tentando te conhecer. Você costuma usar roupa muito justa ou muito colorida? 

Não tão coloridas, mas algumas bem justas.

 Você tem uma tendência a carregar bolsas grandes, como as de mulher?

Não.


 Certo. Bom, de acordo com o governo da Malásia, você provavelmente não é gay.

Não moro na Malásia então não ligo.


 Você tem algum conselho pra que eles façam um guia mais efetivo pra identificar gays?

Não. Não julgue as pessoas. Deixe elas serem quem são.


 Eu não poderia concordar mais. Valeu, Rick!



VICE: Oi. Será que você pode me ajudar com um artigo que estou escrevendo? 

DoMen: Claro, sobre o que é?


 Estou tentando descobrir se você é gay seguindo as diretrizes do governo da Malásia. Primeiro: você diria que tem um corpo musculoso?

Não, não sou musculoso.


 Você gosta de mostrar seu corpo usando regata?

Err não muito, uso coletes porque são confortáveis. Odeio usar roupas.


  Você curte camisetas de gola V? 

Sim. Adoro mostrar meu peito rs.


  Você tem uma preferência por roupas justas ou coloridas?

Tenho cores preferidas e não gosto de roupas muito coladas.


  Você tem uma inclinação a se sentir atraído por homens?

Haha sim. Sou gay! Amo homens ;-)


 Que estranho, todo mundo responde sim pra essa. E bolsa? Você carrega uma bolsa?

Não rs. Geralmente mochila. Ou coloco minhas coisas nos bolsos. Aí minha calça fica caindo rs.


 Legal. Bom, temo que, de acordo com as diretrizes do governo malaio, você não seja gay.

Que idiotice. Posso provar que sou gay, vem aqui e me beija haha :P


 Obrigado pela oferta, mas sou hétero.

 Rs vc parece muito gay.

_

 Meus novos amigos do Grindr acharam que esses estereótipos homofóbicos disfarçados de política governamental são uma puta besteira. Quem diria, né? Mais aventuras no Grindr:

Fonte: Vice

Bofe, tira a roupinha pq eu tô mandando e pagando!