Páginas

terça-feira, 2 de abril de 2013

Rômulo Arantes Neto sem camisa na praia





Patrick Schwarzenegger se refrescando na praia


Vem fazer Glub, glub aqui em casa!



Preso Gato tenta fugir mas fica entalado no buraco

Vem ficar entalado no buraco aqui de casa....

Argentino do BBB 13 sensualiza o Corpitcho











Pena que tenho alergia a Camarão....


Diogo Pretto mostra que tá malhadinho


Pegaria essa Dama Misteriosa?



Débora Nascimento chama atenção de 2 Bofes na rua...

E os 2 Bofes me chamaram a atenção....


Dois Gays se pegando no meio da rua



O que a senhorinha deve estar pensando?


Dica de Tatuagem do Dia

Os bofes vão pirar........


Tenho que andar mais de metrô.........

Desespero de Joelma em perder os Fã$ Gay$ faz ela gravar um video para tentar explicar ?

#desperodefine

Comercial da Natura tem Casal Gay

Feliciano diz que sofre ditaDURA Gay, e Gay pode deixar de ser com ajuda psicológica e espiritual


Brasília, 2 abr (EFE).- O deputado Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados e acusado de racismo e homofobia, afirmou em entrevista publicada nesta terça-feira pela "Folha de S.Paulo" que o país vive sob "ditadura gay" que o "persegue".

Feliciano, pastor evangélico, foi eleito presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados no mês passado e desde então foi objeto de protestos em todo o país por sua rejeição à homossexualidade e por declarações polêmicas nas quais afirmou que a etnia negra é "amaldiçoada" e que a Bíblia diz isso.

Na entrevista publicada pela "Folha de S.Paulo" e pelo "UOL", Feliciano alegou que os protestos são organizadas por um movimento homossexual que se comporta como uma "ditadura gay" e "força as pessoas a pensar o que eles querem".

O deputado reiterou ainda sua oposição a leis que condenam a discriminação sexual e assegurou que, em sua opinião, deveria haver leis também contra os preconceitos contra "carecas", "caolhos" e "banguelas".

Sobre a homossexualidade, insistiu que pode ser "revertida" com ajuda "psicológica" e "espiritual", já que é "um fenômeno de comportamento".

O parlamentar é presidente e pastor da Assembleia de Deus Catedral do Avivamento, vinculada à Assembleia de Deus, um culto evangélico que tem no Brasil cerca de 20 milhões de fiéis, entre os quais garantiu que existem "muitas" pessoas que deixaram de ser homossexuais graças à ajuda espiritual.

Na entrevista, Feliciano insistiu que suas posições não são "homofóbicas" nem racistas e se apoiam em convicções religiosas, pelas quais também é contra o casamento gay, reivindicado pelas organizações homossexuais.

Segundo o pastor, no Brasil existe a figura da "união civil" entre pessoas do mesmo sexo e não se deve avançar além de isso.

"O problema é que depois do casamento religioso, eles podem querer, como já brigam pela adoção de crianças. E nós sabemos, a própria psicologia diz, que a criança criada por dois homens ou criada por duas mulheres tem uma problemática sem tamanho", declarou.

Feliciano insistiu que, apesar das fortes pressões para sua renúncia à Comissão de Direitos Humanos, ele se manterá nesse cargo, pois foi eleito em forma "legítima" pelos membros desse grupo parlamentar.

A indignação dos movimentos de direitos humanos foi além das fronteiras do país e a Anistia Internacional, na semana passada, considerou "inaceitável" a permanência de Feliciano no cargo.

Através de um comunicado, a Anistia Internacional pediu ao Congresso brasileiro para "reconhecer o grave equívoco cometido" e "corrigir" o "erro" que representou sua eleição como presidente da Comissão de Direitos Humanos. 


Fonte: Uol




Senhor Feliciano, a gente é Gay, só não vemos a ditaDURA

 

Gay pede Namorado em Casamento no palco do Show

Lea T publica foto com seu Namorado

Lea T surpreendeu seus seguidores ao postar uma foto íntima ao lado "Leãozinho", apontado pela coluna "Retratos da Vida" do jornal "Extra" como seu novo namorado. No Instagram, a modelo postou uma imagem romântica ao lado do rapaz com a legenda: "Gosto muito de você, leãozinho", famoso verso da música "O leãozinho" de Caetano Veloso.
Até então, a top transexual, que realizou uma cirurgia de mudança de sexo em março de 2012 na Tailândia, nunca tinha sido vista na companhia de nenhum rapaz.
A modelo e o rapaz aparecem juntos durante um passeio de lancha pelo mar da Bahia. De acordo com a coluna, o novo namorado de Lea T não é brasileiro e se chama Ricardo.
 Fonte: Revista Quem