sábado, 26 de novembro de 2016

Fidel Castro morreu! Qual a relação que ele teve com os Homossexuais Cubanos ?




A Senhora Dilma lamenta a morte de um Ditador Socialista, mas não dos Ditadores Capitalistas que o Brasil teve. 

Diz que a Ditadura é algo terrível, mas a Ditadura em Cuba achou tudo ok? 

Sobreviveu na Ditadura do Brasil, pena que vários Homossexuais não tiveram a mesma sorte na Ditadura de Cuba....






Mas Bananas, Cuba é tão baum!
Tem Medicina avançada! 
Educação ótima! 
É um paraíso sobre a terra! 
Todo mundo é feliz lá...




 Se ele foi tão bom para o povo Cubano...
Pq vários fugiram para os EUA e hoje comemoram a morte dele?



Você pode argumentar a vontade nos comentários! 
Mas se Hitler pedisse perdão e reconhecesse o erro dele... 
Você perdoaria ele depois de ter colocado Judeus em Campos de Concentração e matar todos? 

Qual a diferença do Ditador Fidel com os Ditadores do Brasil?
Ele tomou o poder e se manteve nele de uma forma pacífica sem matar e nem torturar ninguém?
Ele não tomou o poder através de um Golpe? Ele depois restabeleceu a democracia e o direito ao voto?
Única diferença foi que uma era Esquerda Socialista e a outra Direita Capitalista!

Lamento apenas os Homossexuais Cubanos que foram perseguidos e mortos!
Já Fidel Castro que viveu no bem bom no alto do Poder Cubano e morreu aos 90 anos de forma natural... 
Não lamento não!




56 comentários:

  1. Fidel, Lula Dilma e todos estes lixos tudo farinha do mesmo saco, socialistas no papo , mas vida de alto luxo do capitalismo, vai pro inferno direto!

    ResponderExcluir
  2. É interessante levantar esse ponto em relação ao Fidel por essa idolatria em torno dele, mas esse argumento da direita, de ditadura comunista assassina de gays é simplesmente ridículo, gays foram e continuam sendo assassinados no mundo todo e isso aconteceu em qualquer lugar independente do tipo de regime econômico vigente. Assim como ditaduras, usar regimes totalitários cubanos ou norte coreanos como argumento de ataque ao socialismo e tão valido quanto usar o nazismo ou fascismo como argumento contra capitalismo.

    ResponderExcluir
  3. Sim banana!
    É disso que o publico gay brasileiro precisa ler!
    Obrigado pelo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Anônimo 23:04!

      Excluir
  4. como tem gente capaz de defender um governo como esse?..se fosse tão bom, eles nao tentavam fugir o tempo todo, chegam aqui no Brasil e fogem pra Europa, pq eles sabem que aqui tbm nao é la grandes coisas..kkkk

    ResponderExcluir
  5. Espero que esse ser asqueroso esteja comendo o pão que o Diabo amassou no inferno! Bicho nojento, imundo, verme!

    ResponderExcluir
  6. Acredito que várias críticas podem ser tecidas a respeito de Fidel, inclusive essa de que tenha sido homofóbico e perseguido homossexuais. Mas isso não deve aliviar as críticas à direita. A quase totalidade de discursos homofóbicos, atualmente, provêm de líderes e pessoas que se consideram de direita; enquanto a esquerda reconhece o seu passado e tem abandonado o discurso homofóbico. Não à toa, os grupos e partidos em que o tema de diversidade sexual tem espaço são justamente no meio da esquerda (incluindo os "lefts" e "liberals" dos EUA), responsáveis pelos movimentos que lutaram e pressionaram por legislações pró-LGBT em nações capitalistas; ou seja, nenhum crédito ao capitalismo em si, mas à luta das próprias minorias inseridas em cada sociedade.

    Pra cada Fidel, Che, Evo com discursos homofóbicos (grande parte no passado, embora muito presente entre heterossexuais, independentemente de posição ideológica) existe milhares, milhões de Thatcher, Mike Pence, Bolsonaros em nossa realidade atual. Então acredito que críticas construtivas sejam boas, mas é bom estar atento aos reais perigos que nos rondam e muito menos fechar os olhos pros grupos que realmente querem retrocessos nos campos dos direitos dos LGBT.

    Críticas à esquerda são bem vindas e devem ser feitas, mas também é necessário reconhecer que a direita representa um perigo muito maior às minorias, incluindo população LGBT. Só salientando que não há diferença entre o tratamento que Fidel deu aos gays e o tratamento que ditadores ou políticos de direita também deram até recentemente (fora os que ainda dão - olha o futuro vice-presidente dos EUA ou a maioria dos políticos de direita brasileiros). Mas apenas um lado tem evoluído em reconhecer o erro e buscado abraçar as pessoas não heterossexuais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ESQUERDA APOIA OS LGBTS HJ EM DIA PQ PRECISA DE MASSA DE MANOBRA PRA CRESCER, APENAS ISSO!
      PQ O LULA CHAMOU AS SAPATONAS DO PARTIDO DELE DE GRELO DURO?
      PQ A DILMA SENDO APOIADA PELOS EVANGÉLICOS DISSE QUE O GOVERNO DELA NÃO IRIA SE ENVOLVER EM QUESTÃO LGBT?
      NUNCA VI LULA E DILMA DEFENDENDO OS GAYS COMO A LUCIANA GENRO FAZ! ELES APENAS USARAM OS GAYS E AINDA USAM, PENA QUE OS GAYS NÃO QUEREM VER ISSO!

      Excluir
    2. Vai defender ditadura e ditador na pqp, bicha! Melhore!

      A esquerda é podre e tá mostrando isso dia após dia.

      Excluir
    3. os gays só conquistam direitos em países capitalistas, nenhum país socialista tem direito LGBT.

      Fim

      Excluir
  7. Foi tarde, é só mais um ditador disfarçado de bom moço!
    Infelizmente ainda fica a família dele pra afundar ainda mais Cuba.

    ResponderExcluir
  8. Disse tudo senhor bananas, é lamentável gays como Jean Willys defendendo esse regime.

    ResponderExcluir
  9. Era o símbolo máximo da burrice ideológica que tanto atraso levou à América Latina.

    ResponderExcluir
  10. Senhor Bananas só falando verdades S2 S2 I LOVE YOU BANANAS!!!!

    ResponderExcluir
  11. Luciana Genro chora, aos prantos... o Deus dela morreu kkkkkkk

    ResponderExcluir
  12. A infeliz realidade é que nenhum desses lados tanto de esquerda como de direita realmente dão importância a causas que verdadeiramente merecem ser cuidadas, seria muita ingenuidade atacar apenas um dos lados, quando a nossa realidade é que em nenhum deles estamos seguros, e infelizmente a tendência é piorar, pois mesmo com a excessão das pessoas que realmente são boas nesse mundo, ainda existe uma considerável porcentagem que tem a crueldade carregada nas mais diversas formas desde palavras de ódio sem sentido ou razão aos ataques violentos, no qual eu mesmo já sofri apenas por ser gay.

    No fundo ainda tenho esperança de que em algum momento em uma geração futura o que vivemos hoje, seja apenas tristes lembranças.

    ResponderExcluir
  13. Pena q o mundo ainda é governado por homens como ele.

    ResponderExcluir
  14. Nenhum governo de nenhum pais era democrático com LGBT's nas décadas em que Fidel teve relevancia no cenário politico. Então Cuba na verdade reproduzia o discurso de perseguição propagado por toda uma classe conservadora, violenta e genocida. O respeito aos LGBT's em algumas nações é ainda muito pequeno perto do que ainda é preciso evoluir! Esse bodeexpiatorismo é muito perigoso! Existem outras questões que não concernem apenas a perseguição de minorias e sim de desigualdades gritantes dentro da América Latina que os formadores de opinião apenas focados naquela de "ele perseguiu gays" não querem raciocinar. Defender ou não, o melhor é informar, explicar e contextualizar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. REPRODUZIU AO EXTREMO NEH QUERIDA!
      COLOCOU OS GAYS EM CAMPO DE CONCENTRAÇÃO! A SENHORA ASSISTIU O VIDEO DOS GAYS QUE FICARAM NO CAMPO DE CONCENTRAÇÃO CUBANO?
      ENGRAÇADO QUE OS ESQUERDAS SOCIALISTAS DEMONIZAM A DITADURA DO BRASIL E IDOLATRA A CUBANA! Q IRÔNIA DE GENTE BURRA!

      Excluir
    2. PQP! Inventam de tudo pra defender esses merdas!

      Faz décadas que os países CAPITALISTAS da EUROPA criaram leis pra proteger os homossexuais. E quanto a Cuba? Quanto tempo tem que o país permite que homossexuais sejam pelo menos considerados parte da sociedade?

      Excluir
    3. Primeiro que não sou idolatra de absolutamente nada! Campos de concentração existiram no nazismo, no fascismo, no comunismo e a LGBTfobia nos tempos atuais ainda é assustadoramente enorme. A perseguição é uma das partes da história do período em que Fidel participou do contexto politico de seu país. E existiram pela América toda. Só que é preciso informar mais sobre outros assuntos. Não é questão de defender, inocentar ou até iludir, mas é abrir a mente pra uma contextualização mais abrangente! Quando se confere uma visão ou uma opinião sobre um assunto, é preciso que se argumente com mais profundidade, dando coerência as conjunturas da época! Em questão de perseguição, Alemanha, Cuba, Rússia estão no mesmo patamar. Isso é indiscutível. Mas o planeta como observamos hoje é completamente diferente do planeta que havia entre as décadas em que o comunismo desoriginalizado cubano se perpetrou no país. E que bom se fosse o interesse tamanho pra destilar venenos e desinformações sobre Cuba, acontecesse sobre a selvageria da economia dos EUA, sobre a Inglaterra, sobre a França conservadora, sobre a história de Berlusconi na Itália, sobre o governo desastroso de FHC no Brasil, sobre a pobreza estrutural no continente Africano e na America Central. Cuba, repetindo, acaba sendo o bode expiatório. A humanidade viveu, vive e ainda continuará vivendo em guerra. Ideológica, política, economica, religião x progressitas, guerras civis, por poder de petróleo, a industria farmacêutica : remédios x alimentação saudável, o poder da Monsanto. Não é simplório dividir entre esquerda x direita, republicanos x democratas, conservadores x progressitas. São tantas nuances, tantas injustiças, tanto genocidio, tantos etnocidios, tantos grupos religiosos extremistas. A geopolitica precisa receber maior atenção dos educadores, dos formadores de opinião e principalmente da mídia, a ponto de instaurarem um raio-x honesto, verdadeiro e esclarecedor. Não é o que acontece no Brasil, por exemplo. Muitíssimo provavelmente tb não é o que acontece nos países que passam pelos mesmos transtornos. Se a sede pelo conhecimento não brotar, fica difícil dialogar e reduzir o universo a pólos, a binariedades , a algoritmos.

      Excluir
    4. Só pra começo de conversa:
      Fidel não queria o Socialismo para todos serem iguais? Pq começou jogando as prostitutas, ladrões e gays em um campo de concentração?

      Ditadura no Brasil não colocou os Gays em um Campo de Concentração!
      Gays até faziam shows livremente na Ditadura na época da Tropicalia e afins.
      Ditadura no Brasil matava aqueles que queriam derrubar o poder e não quem não tinha nada a ver com a história como o Fidel fez!

      Excluir
    5. O socialismo em seus conceitos "puros" e mesmo o comunismo foram sempre deturpados ao longo da história. Por ditadores, revolucionários e presidentes. Infelizmente muito mal adaptado/incorporado na América. Se LGBT's, ladrões e prostitutas foram pra campos de concentração, o sistema politico não estava sendo "praticado" em sua essência. Sobre o Brasil, aí falta argumentos pro comentário acima! Resumir gays a Tropicália é um abuso e uma burrice tremenda! Um texto recente de uma ativista brasileira diz: " Fidel reconheceu o histórico homofóbico dos primeiros anos da revolução cubana e se disse arrependido de seu antigo posicionamento. Que outro líder de governo já se desculpou publicamente com a população LGBT pelos antigos males que lhe causou? Não há, hoje, nenhum outro país onde a AIDS esteja mais controlada do que em Cuba, e a pesquisa cubana rumo à descoberta da cura da AIDS é também uma das mais avançadas do mundo. Em Cuba há um dia nacional de combate à homofobia. Mariela Castro Espín, filha de Raul e sobrinha de Fidel, conseguiu que o Ministério da Saúde cubano aprovasse as cirurgias de redesignação de sexo para pessoas trans, realizadas nos hospitais públicos com toda a segurança, suporte e verba necessários. Além do direito à psicólogos e terapias alternativas, a fim de amenizar os danos causados pela discriminação. Em Cuba há um Programa Nacional de Educação e Saúde Sexual (PRONESS), com o propósito de aprofundar as discussões e o conhecimento sobre diversidade sexual e identidade de gênero". Claro que não estamos falando de paraíso muito menos de "desculpas" tardias. Mas a lição que se aprendeu com um passado discriminatório!

      Excluir
    6. Anônimo27 de novembro de 2016 23:02

      Lá é uma Ditadura, quem vai saber o q é verdade?
      Eles podem falar qualquer bobagem, pintar q lá é o paraíso!
      Aids mais controlada em Cuba? Tá melhor que a Noruega? Suécia?
      Mesmo eles não tendo como comprar e distribuir camisinha pra todo mundo?
      Para e pensa um pouco!

      Excluir
    7. Enfim, se vcs colocarem só gays em discussão, não tem como ampliar sobre outros assuntos e contextualizar a historia do país e da América Latina. Eu disse no final que lá não é o paraiso e que não estou dando desculpas , mas existem lições que ficaram desse período fidelista. Eu não concordo com muitas politicas do cara, como a de atletas que não podiam sair pra trabalhar em outros países, obviamente que os próprios assassinatos e campos de concentração destinados as minorias, esse "fechamento" comercial do país e a relação tempestuosa com os EUA (que aliás é a mais complexa). Mas a história se caracterizou dessa maneira e pobreza, desigualdade, genocidios, assassinatos em decorrencia de uma Revolução, não são fatos exclusivos de Cuba. Não é defesa, é só não ser iludido de achar que só existia tudo isso por lá e porque era uma ditadura, como muitos caracterizam. Em todos os sistemas existem contradições e quando não estruturados em favor do bem estar do povo, sofrerá consequências, seja por si só ou por meio de quem comanda, dos poderes políticos, econômicos, nacionais e/ou internacionais.

      Excluir
    8. Anonimo de 13:39, nao sou nem de esquerda e nem de direita, mas vc viveu a epoca da ditadura no nosso país? Nao seja leviano ao afirmar que gays viviam como bem queriam, pq isso é uma deslavada e irresponsavel mentira! Eu vivi na epoca dos infernos, e gays eram tratados como marginais!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
  15. Quero ver quando a Raunha da Inglaterra morrer, você fazer o mesmo, já que ela também perseguiu homossexuais. Mas vindo de você (bananas), que é burra é só entende de macho, tenho ctz que ficará pianinha. O importante é falar mal da esquerda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A RAUNHA DA INGLATERRA COLOCOU OS GAYS EM UM CAMPO DE CONCENTRAÇÃO JUNTO DAS PROSTITUTAS E LADRÕES?
      A RAUNHA DA INGLATERRA NUNCA MANDOU NO PARLAMENTO, É APENAS UMA PEÇA DECORATIVA!
      FALA BOSTA NÃO, BIXA ESQUERDINHA DE TELÃO!

      Excluir
    2. Dá pra ver que você não tem argumentos o suficiente e para isso usa um erro de digitação para atacar o discurso do outro, dando a entender que ele não sabe escrever.

      Só para a sua informação, a rainha (ou Raunha, o importante é a mensagem), é líder suprema da maior religião do Reino Unido e essa religião (assim como outras), perseguiu os homossexuais ingleses.

      Excluir
    3. Eu acho que o que o Anônimo quis dizer é que várias ideologias perseguiram os gays e não é justo atacar o legado do Fidel Castro só com o argumento de que aquele governo perseguiu os gays.

      Excluir
    4. A senhora é tão sábiaaaa zzzzzz....
      A Raunha tentou fazer a Igreja casar a Irmã dela com um homem separado, ela conseguiu?
      A Igreja e o Parlamento ficou contra e a irmã dela ficou revoltada com ela!
      Se ela não conseguiu nem pra irmã dela, acha q conseguiria alguma coisa para os gays?

      Excluir
    5. 11:10
      Mas ele não era o Santo que só queria a igualdade? Bela igualdade essa.....

      Excluir
    6. Não tem que atacar a rainha por não ter ajudado os homossexuais e nem crucificar o Fidel por ter perseguido os gays. Todos estão errados, mas trazer isso para tentar crucificá-los é balela.

      Excluir
    7. Calma aí, eu não estava querendo dizer que a Rainha Elizabeth tem que ser atacada por ter perseguido os homossexuais, só achei "x" o Bananas tentar atacá-lo (assim como faz com toda a esquerda), com esse tema.

      AH! Eu escrevi Raunha sem querer, queria dizer Rainha (o U fica próximo do I).

      Excluir
    8. Fidel não é santo, mas está longe de ser o diabo como essa matéria tentou fazer.

      Excluir
    9. Deveria colocar esses Gays q ficam lambendo o Fidel e colocar em um Campo de Concentração Cubano e dps matar todos pra ver se eles vão achar o Ditador Cubano bonzinho!
      Os viados nem assistiu o video dos Gays falando como foi terrível e vem defender o Fidel.
      Deve ser síndrome de Estocolmo!
      Se o Bolsonaro e o Feliciano dizerem que são da Esquerda Socialista, é bem capaz da maioria dos Gays perdoarem eles e falar q eles amam os gays!

      Excluir
  16. Concordo com tudo o que vc escreveu.Tudo verdade.Parabéns pelo comentário.

    ResponderExcluir
  17. Senhor bananas esqueceu de escrever que a filha do Raúl Castro, Mariela, é a maior promotora dos direitos LGBT em Cuba.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PENA QUE HITLER NÃO TEVE UMA FILHA ATIVISTA A FAVOR DOS DIREITOS DOS JUDEUS, NÃO É MESMO? SERÁ QUE ASSIM ELE IRIA SER PERDOADO E AMADO PELOS OUTROS?

      Excluir
    2. Que lindo! Depois de perseguir e matar milhares de homossexuais, eis que surge uma descendente pró-LGBT! E agora? Esquecemos tudo que passou e que nesse tipo de regime a coisa sempre acontece dessa forma?

      Excluir
  18. Assim como nada no mundo, a figura do Fidel não é binária, não foi um diabo nem um santo. Massacrou homossexuais, opositores e pessoas que simplesmente queriam emigrar para Miami foram fuziladas. Fora as incoerências que um regime comunista provoca, como as colocadas pelo Paulo Betti sobre a casta burocrática que se forma sempre. Só que... democracia nunca foi um valor em Cuba. O país deixou de ser uma colônia espanhola para ser um protetorado americano, veio um golpe militar de Fulgêncio Batista que instalou uma ditadura alinhada com os EUA por 26 anos. E, então, vem a ditadura dos Castro por mais 50 anos. Agora, vai uma reflexão: olhe o entorno de Cuba, os demais países da América Central, Haiti, Panamá, Belize, El Salvador, México, e veja o que Cuba poderia ser hoje, um país irrelevante com indicadores sociais pífios. Hoje, tem 0,5 % de analfabetismo, 1 médico para cada 600 habitantes, criminalidade baixíssima, com uma renda per capita de país de renda média (entre 9 e 10 mil dólares), mesmo com o embargo e uma economia em frangalhos, fora que ocupa em volta da posição 50 do IDH enquanto que o Brasil está na posição 80 e poucos do ranking. Seria uma potência ditatorial sem o embargo. Essa é a contradição pela qual os cubanos fizeram uma escolha (sim, escolheram apoiar o regime).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal ter baixo analfabetismo e médico, mas morar em uma favela dos anos 60 sobre uma Ditadura?
      Prefiro a porcaria do Brasil

      Excluir
    2. Eu também prefiro porque democracia é um valor pra mim, mas o Brasil é uma favela dos anos 2000, basta ver que somos mais atrasados que eles socialmente falando, apesar de estarmos entre as dez maiores economias do mundo.

      Excluir
    3. "Brasil é super atrasado em relação a Cuba"

      Engraçado é que Cubanos fogem pra cá e não brasileiros fogem pra lá. Sinal de que é muito bom mesmo!

      Excluir
  19. Só Cuba perseguia lgbts no século XX né ?
    E percebesse que a maioria dos que fugiram de Cuba são descendentes de americanos que se mudaram pra lá quando Cuba virou quintal dos EUA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só pra começo de conversa:
      Fidel não queria o Socialismo para todos serem iguais? Pq começou jogando as prostitutas, ladrões e gays em um campo de concentração?

      E eu não sabia que os Americanos povoaram a metade da ilha CUbana!

      Excluir
  20. ótimos comentários!!! parabéns!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  21. Foi-se o ídolo de Luciana Genro e Jean Willis...

    ResponderExcluir
  22. Deveria colocar esses Gays q ficam lambendo o Fidel e colocar em um Campo de Concentração Cubano e dps matar todos pra ver se eles vão achar o Ditador Cubano bonzinho!
    Os viados nem assistiu o video dos Gays falando como foi terrível e vem defender o Fidel.
    Deve ser síndrome de Estocolmo!
    Se o Bolsonaro e o Feliciano dizerem que são da Esquerda Socialista, é bem capaz da maioria dos Gays perdoarem eles e falar q eles amam os gays!

    ResponderExcluir
  23. Apenas vejam o filme passado em Cuba, Morango com chocolate, que tem como protagonista um gay cubano dentro do regime castristra. Seja vc quem for, se vier com algum argumento pra defender esse regime, o que vc fala não vale registro.

    ResponderExcluir
  24. Esse idiota acabou com Cuba! Ele já chegou a fazer discurso de 7 HORAS, da para acreditar numa sandice dessa? Eu, se falo mais do que 15 minutos, já começo a falar besteira, dirá ficar falando 7 HORAS - e todos tem o mesmo perfil, podem notar - SÃO EXTREMAMENTE VAIDOSOS, adoram ouvir a própria voz, são donos da verdade e conseguiram afundar o país que foram chefe de Estado - FIDEL, CHAVE, LULA!

    ResponderExcluir
  25. morreu um DITADOR.... ele era um DITADOR e ponto!! o resto é conversa.

    ResponderExcluir
  26. Ja vai tarde, como devem ir logo pro colo do capeta todos esses ditadores, sejam eles de esquerda, direita ou o raio que os parta! Espero que esses gays que comentam aqui nao queiram votar em Bolsonaro, pois ele é tao ordinario quanto esse Fidel.

    ResponderExcluir
  27. Eu li alguns comentários acima e fiquei descrente, pessoas defendendo as atrocidades de Fidel Castro e usando como justificativa que ele viveu em outra época. O falecido "presidente" submeteu o povo cubano a uma situação tão lastimável que o mesmo se vê obrigado a atravessar um oceano de bote na busca de uma vida melhor, Fidel Castro matava em nome de uma ideologia e um projeto de poder e não porque viveu em outra época. Na minha opinião justificar assim as atitudes de Fidel é o mesmo que validar Hitler.




    Gabriel.

    ResponderExcluir
  28. Eu juro que eu tento não levar tudo pelo lado Direita X Esquerda... Não sou de Direita, mas só da Esquerda apoiar uma ditadura dessa, já sei que JAMAIS serei de Esquerda! Sério, e tem gay q apoia isso? Vocês tem merda na cabeça?

    Primeiro que os dados sobre saúde e educação de Cuba são DO GOVERNO DE CUBA. Eles se negam a fazer exames internacionais de avaliação, e NENHUM cubano até hoje ganhou Nobel de nada, mesmo com uma educação supostamente invejável.

    Segundo que, na época da Ditadura Militar, o IDH e a Educação e Saúde eram muito melhores do que agora. E só por isso a Ditadura Militar foi algo bom? Até mesmo o nazismo trouxe diversos avanços tecnológicos para a população alemã, e mesmo assim foi um Ditadura cruel.

    Mas, ah, meu professor de historia retardado apoia essa Ditadura do Fidel porque era de esquerda, e lamenta a morte desse monstro, então está blz colocar gays em campos de concentração. Aliás, meu professor e meu amigo da CUT é que estão certos sim, e não os milhares que fogem (ou tentam fugir) desse país.

    Qual a próxima pérola? Apoiar a Coréia do Norte?

    Sério, deve ser por isso que eu bruxo com essa bees de textão esquerdistas do Facebook. Esquerda brasileira ME DÁ NOJO!

    ResponderExcluir