segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Delegado nega Homofobia em caso do Jovem morto pela Mãe, mas Promotor comprova que houve sim Homofobia através de post no Facebook da vítima!


Fonte/ Fonte

11 comentários:

  1. O delegado deve ser homofobico, e como todo homofobico não acredita em homofobia.Que essa parideira, pq mãe essa vagabunda não é, tenha um vida de inferno
    na cadeia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses delegados viram a cara quando o crime é com um gay ou travesti, é impressionante

      Excluir
  2. LIXO DE DELEGADO, ESSE PESSOAL ADORA FINGIR QUE NÃO É HOMOFOBIA PORQUE TAMBÉM SÃO HOMOFÓBICOS!

    ResponderExcluir
  3. Era de se esperar que o delegado (no caso, membro da Polícia Civil, que é tão ou mais resiliente e homofóbica quanto a Militar) iria negar que se tratasse de um caso de homofobia. A verdade nesse caso está na cara. Só não vê quem não quer (além dos anti-LGBT e dos evangélicos, que não veem porque são ignorantes mesmo).
    Aliás, cadê o STF que iria julgar essa questão, tipicando a homofobia ao racismo? Nessas horas que mais precisaríamos da JUSTIÇA é que ela não aparece. Afinal, estamos no Brasil, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  4. Grande bosta de delegado.

    ResponderExcluir
  5. Cadê a delegada Laura de Castro Teixeira para conduzir o caso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que ela é da delegacia da mulher.

      Excluir
  6. esse delegado é evangélico???

    ResponderExcluir
  7. Merda de Delegado ... aliás como sempre delegados fazendo suas merdas ...

    ResponderExcluir
  8. N se pode esperar nada do governo, da polícia, na verdade nem dos próprios lgbts (desunião da porra)... Mano, o mundo tá muito segregado! CADÊ A UNIÃO MANAS?

    ResponderExcluir