sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Mãe que matou o Filho Gay muda a versão do Crime, Filho Gay já tinha feito B.O contra Tio Materno Homofóbico !


Para ler mais sobre a reportagem, click aqui e aqui!
 


Achou que iria me enganar inventando uma nova versão do Crime?

Logo eu.....

Phd com Mestrado e Doutorado em How to Get Away with Murder

 
Primeiro: desacreditar as testemunhas. 

Segundo: apresentar um novo suspeito. 

Terceiro: enterrar a prova. 
Damos tantas informações, que o júri vai deliberar com uma única sensação: dúvida. 

É assim que você se safa de homicídio.

É claro que essa nova versão dela possivelmente é orientação do advogado. Mas vai funcionar para ela se safar ou atenuar? Claro que não!

Antes ela assumiu tudo, e agora aparece 3 Rapazes do nada se oferecendo a intimidar o filho dela, ela concorda mas pede pra não machucar ele e depois que chega acorda o padrasto para queimar o corpo? Faça-me o favor, sem pé e nem cabeça!






15 comentários:

  1. Safada ela e desgraçado de um advogado que propõe isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não culpe o advogado, ele está apenas fazendo o trabalho dele. Pela lei todo réu tem direito a um advogado, isso seria inútil se o advogado fosse trabalhar contra seu cliente por ele ser culpado.

      Excluir
  2. É surreal. Não consigo imaginar um mãe ter tanto ódio do filho, para chegar até a matar.

    ResponderExcluir
  3. Vagabunda! Merece uma surra!

    ResponderExcluir
  4. Gente quem é que acredita nessa mulher? Ridícula, cada hora que sai uma notícia sobre isso só fica pior pro lado dela.

    Espero que sofra muito essa desgraçada.

    ResponderExcluir
  5. Essa mulher vai linxada na cadeia, tenho certeza!!!

    ResponderExcluir
  6. Tem mãe que não é mãe, é bicho! Algumas merecem a morte mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô ééé morta! Hahahahaha

      Excluir
    2. Não acho engraçado.

      Excluir
  7. Espero sinceramente q esse tal tio n seja o msm q deu a entrevista do último post... E essa vaca tinha q ganhar é um agravante por mentir no tribunal, mas é permitido n produzir provas contra si, palhaçada.

    ResponderExcluir
  8. a mídia homofóbica agora vai começar a jogar a culpa por cima da vítima... que não está mais aqui para se defender... sempre assim...

    ResponderExcluir
  9. Depois de matar o filho, a mãe e o padrasto devem ter ido na igreja serem abençoados pelo pastor e ovacionados pelas crente. Se bobear, ganham até placa de homenagem, entregue pelas mãos do Bispo e cobertura exclusiva pela TV da igreja!

    ResponderExcluir
  10. A verdade é uma só: nada do que digam daqui pra frente trará o jovem morte de volta. Que a Polícia investigue e que a Justiça puna os culpados (que, ao meu ver são, sim, a mãe e o padrasto).

    ResponderExcluir
  11. Nada me tira da cabeça que...
    A mão por ser apaixonada pelo padrasto, matou o filho possivelmente por ter flagrado ele e o padrasto mantendo relações.
    Certamente o homem convenceu a mulher que havia sido seduzido pelo filho dela, que estava alcoolizado. CERTEZA
    Falo pq já aconteceu algo do tipo onde moro e foi babaaaado na época, mas a mãe colocou o filho pra fora e tal.
    (e já peguei o marido dela tbm)

    ResponderExcluir