quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Casa para abrigar LGBTs expulsos pela família é inaugurada após 'vaquinha'

Espaço na Bela Vista pode receber até 20 pessoas e oferece apoio psicológico e médico a gays, lésbicas, travestis e transexuais
Fonte: Estadão

30 comentários:

  1. Como posso obter maiores informações? Eu gostaria de contribuir também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maiores informações aqui: https://benfeitoria.com/casa1

      Excluir
  2. Fizeram a diferença e não esperaram ação governo. Parabéns.

    Bananas, legal ter publicado a notícia.

    ResponderExcluir
  3. Que bonitinho, achei meiga essa atitude, sou bissexual mas abraço todos os outros. Somos todos um só contra essa sociedade hipócrita, machista, conservadora e retrógrada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário dá a entender que bissexual está fora do meio, como se não tivesse nada de gay, espero estar enganada.

      Excluir
    2. Não é nem comparável a discriminação de bissexuais com homossexuais, bissexuais só sofrem discriminação quando em uma relação com alguém do mesmo sexo, isso é bem óbvio.

      Excluir
  4. Poxa, q pena que não sabia dessa vaquinha, senão teria ajudado... mas vou contribuir ainda

    ResponderExcluir
  5. Linda atitude ❤ sempre tive vontade de fazer isso, não sabia que já era uma realidade.. ❤

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Aqui explica como: https://benfeitoria.com/casa1

      Excluir
  7. Para quem já passou por essa situação sabe como é importante contar com alguém.Parabéns aos idealizadores do projeto e ao Bananas por divulgarem

    ResponderExcluir
  8. tô precisando de um lugar como esses. Minha mãe tá fazendo um inferno em minha vida pq descobriu que sou gay. Não tenho paz! Ela inclusive colocou uma pessoa pra seguir meus passos e quer que eu procure um psicólogo ou psiquiatra para me curar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é maior de 18 anos? Se for tente entrar em contato com eles.

      Excluir
    2. Perai, sua mãe não te colocou na rua ainda. Calma que no começo é assim mesmo. Logo ela se acostuma se eu fosse você ficava em casa de boa. Não vai tirar a vaga de alguém que está numa situação pior que a sua. Pensa bem.

      Excluir
    3. Amigo, no começo minha vida também foi um inferno quando minha mãe descobriu, eu tinha 19 anos, ela me vigiava em tudo, tomou meu Notebook, se eu atrasasse cinco minutos pra chegar em casa, era briga na certa. Na época eu estava namorando e foi muito difícil pra nós, havia agressões verbais e físicas entre eu e mais pais, depois de quase um ano minha mãe aceitou e passou a respeitar, ela conheceu meu namorado e se deram mt bem, meu pai fica na dele, não fala nada. Tenha paciência e força, mas também saiba de impor, quando ela ver que vai te perder, ela vai acabar aceitando.

      Excluir
  9. Excelente! Adorei. Quero ajudar.

    ResponderExcluir
  10. Excelente iniciativa. Lindo

    ResponderExcluir
  11. Que essa iniciativa se espalhe por outros locais do Brasil.

    ResponderExcluir
  12. Estava na inauguração hoje! Foi baphão...

    ResponderExcluir
  13. Excelente exemplo de projeto que tenho orgulho de ajudar. Tendo em vista que hoje em dia fazem até vaquinha pra comprar celular pra youtuber...

    ResponderExcluir
  14. É esse tipo de atitude que realmente agrega para a população LGBT!!! Se as pessoas q vão encher a cara na parada gay, investissem em projetos como esse, nós nos tornaríamos muito mais unidos e fortalecidos. Atitude louvável, todos os envolvidos tão de parabéns!!

    ResponderExcluir
  15. Que atitude maravilhosa, digna de aplausos.

    ResponderExcluir
  16. Projeto lindo e sem ajuda do governo, apesar de tudo... é isso ai minha gente... parabens

    ResponderExcluir
  17. San Francisco na California, tem muito desses projetos, andei pesquisando, muito bacana, amei!

    ResponderExcluir